Residência Multiprofissional

Apresentação

Em resposta aos desafios impostos pelo fenômeno do uso do crack, pelo Decreto Nº 7.179/2010, o Governo Federal instituiu o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas que, dentre outras ações, propõe a ampliação e qualificação da rede de assistência ao usuário de drogas de todo o país.

O plano previu a criação e o fortalecimento de Centros Colaboradores no âmbito de hospitais universitários, com o objetivo de fomentar o ensino, a pesquisa e o desenvolvimento de metodologias de tratamento, bem como a reinserção social para dependentes de crack e outras drogas.

Neste contexto, o Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (IPq-FMUSP), por meio do Grupo Interdisciplinar de Estudos de Álcool e Drogas (GREA), foi convidado pelo Governo Federal, representado pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), para desenvolver o Centro Colaborador da Região Sudeste do país, sendo o serviço de referência no tema crack, álcool e outras drogas.

Desde então, o GREA, como Centro Colaborador em Crack e Outras Drogas, tem consolidado um conjunto de ações ligadas ao ensino, pesquisa e assistência. No campo do ensino, uma delas foi a estruturação do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Mental com ênfase em Dependência Química, coordenado em parceria com os departamentos de Psiquiatria e de Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da USP.

O programa, que teve início em 2013, conta com 8 vagas anualmente, 2 para cada área específica a seguir: Enfermagem, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

Objetivos

A proposta do programa é possibilitar a construção de um projeto de formação com base na prática interprofissional colaborativa, voltado para produção do cuidado de saúde e social que envolva profissionais, residentes, gestores, corpo docente, coordenação, usuários e familiares.

  1. Propiciar uma formação crítico-reflexiva capaz de desenvolver competências para prática interprofissional colaborativa, valorizando as dimensões técnico-científica e ético-humanística do cuidado e da atenção integral às pessoas com necessidades em decorrência do uso de álcool, crack e outras drogas;
  2. Potencializar a ação da integração ensino-serviço-gestão-comunidade como rede de produção pedagógica, visando a construção de coletivos de troca de saberes e experiências. A educação em saúde é inerente ao perfil de competências dos profissionais que atuam nas equipes de proteção social e produção do cuidado individual e coletivo;
  3. Estimular a produção e disseminação de conhecimento no campo da do cuidado e da reinserção psicossocial de usuários de álcool, crack e outras drogas.

Diretrizes Pedagógicas

Para o desenvolvimento do projeto político pedagógico, a Residência Multidisciplinar em Saúde Mental com ênfase em Dependência Química conta com a integração dos Departamentos de Psiquiatria e de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da USP, e com o Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Psiquiátrica da Escola de Enfermagem da USP.

A proposta do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Mental com ênfase em Dependência Química do Departamento da Faculdade de Medicina da USP é orientada por:

Cenários de Prática

Os cenários de prática permeiam diferentes pontos de atenção à saúde, pactuados previamente com os órgãos gestores do SUS:

A inserção do programa em diferentes pontos de atenção da RAPS propicia a imersão em cenários de prática com realidades múltiplas e complexas, o que permite a ampliação do olhar para o cotidiano territorializado e o repensar da prática a partir do reconhecimento dos determinantes sociais das condições de saúde, do acesso da população aos serviços de saúde, de fatores de risco ou vulnerabilidade dentre outros aspectos.

Núcleo Docente

O Núcleo Docente se constitui pela coordenação do programa, docentes, tutores e preceptores:

Coordenação do Programa
Prof. Dr. Arthur Guerra e Andrade
Profa. Dra. Elisabete Ferreira Mângia
Docentes
Arthur Guerra de AndradeMédico Psiquiatra
Elisabete Ferreira MângiaTerapeuta Ocupacional
Márcia de Oliveira FerreiraEnfermeira
Flávia JungermanPsicóloga
Jônia LacerdaPsicóloga
André MalbergierMédico Psiquiatra
Ricardo A. AmaralMédico Psiquiatra
Tutores de Núcleo
EnfermagemGilberto Prates
PsicologiaFlávia Jungerman
Serviço SocialIsabel Bernardes
Terapia OcupacionalCaroline Aparecida de Rosa
Tutores de Campo
Ana Lucia Marinho Marques
Aniara Nascimento Corrêa
Ricardo A. Amaral
Preceptoria
Cenário de PráticaPreceptor de Campo de PráticaÁrea Profissional
GREA/ECIMAndré Danjiro YoshizawaEnfermagem
Claudia Camargo e Priscila DibPsicologia
Isabel BernardesServiço Social
Valmira Caldas ToledoTerapia Ocupacional
CAPS AD SéThalita Silva Gomes de AraújoEnfermagem
Patricia Simões SantannaPsicologia
Maria de Fatima MoysesServiço Social
Renata Brandle Morato de QueirozTerapia Ocupacional
CAPS AD PRATESNora Ferreira GuardaEnfermagem
Joana Paula Camilo PagliariniPsicologia
Ludmila GabrielServiço Social
Ariela Del Vecchio da FonsecaTerapia Ocupacional
UBS Sé/NASF/Consultório de RuaAriane Graças de CamposEnfermagem
Carolina Porcino de OliveiraPsicologia
Luiza Gomes MagalhãesPsicologia
RAPS Leopoldina - Braços AbertosPedro Carlos CarneiroPsicologia
Tereza Cristina Macêdo VidalTerapia Ocupacional
Maria Elisabete MeolaTerapia Ocupacional